EntrevistasSem categoriatextos teóricos

Ana Rossi fala sobre Etnopoesia e tradução no programa Diálogos da UnBTV

por Sara Lelis

Rossi já participou de eventos promovidos pela Epistemologia do Romance e mantém diálogo acadêmico com o grupo desde 2017. A entrevista foi conduzida pela doutoranda e membro do grupo, Sara Lelis

A relação entre etnopoesia e tradução foi o tema da entrevista com a professora do departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução (LET) da Universidade de Brasília (UnB), Ana Helena Rossi, concedida no programa Diálogos da UnBTV, em maio deste ano.

Segundo a pesquisadora, os conceitos “etno” e “poesia” são amplamente estudados na literatura e em diversas áreas do conhecimento, mas a interrelação de ambos – a etnopoesia – é ainda uma categoria poética pouco conhecida.

“Etnopoesia é esse encontro da poesia na sua diversidade, na sua temporalidade, e muitas vezes em um mesmo espaço”, afirma a professora. Trata-se de uma relação com o Outro, com o diferente, que pode ser até mesmo alguém que mora na mesma cidade que nós.

Com relação à tradução, a professora afirma que etnopoesia e tradução se convergem em razão do próprio objeto: o Outro. “A etnopoesia carrega a questão da diversidade, da pluralidade, do diverso; e a tradução também é um encontro com o Outro”.

Ana Rossi dá o exemplo da tradução de línguas nativas brasileiras, cujo objetivo deveria ser “mostrar que esse outro realmente existe entre nós”, apresentando outras categorias de cosmovisão. “Como reflete-se na cosmovisão a visão de um povo que acredita que a lua tem uma influência benéfica sobre o como humano, e que essa ação benéfica vai trazer um bem-estar em termos de saúde?”.

Para ela, o papel da tradução é mostrar que existe essa diferença de ver o mundo entre nós, tanto entre línguas de culturas distantes, quanto de línguas-culturas próximas.

Assista a entrevista na íntegra clicando no vídeo!

Sobre Ana Rossi

Ana Helena Rossi é profa. no Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução (LET), nos Programas de Pós-Graduação de Tradução e Literatura (POSTRAD e POSLIT) da Universidade de Brasília. Fundadora e editora-chefe da revista caleidoscópio: linguagem e tradução. Formada em Comunicação Social (UnB), Mestre em Comunicação Social (Université de Bordeaux 3) em História Cultural e Civilização (École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris). Tradutora e poeta trilíngue (português, francês e inglês), publica semanalmente no seu blog.

 

Leave a Reply