EntrevistasEpistemologia do romance

Da pesquisa literária à literatura: doutorando do grupo lança primeiro romance

Por Nathália Coelho

“A literatura é como um espelho, onde o leitor vê narrado os próprios conflitos, mas vestido em outro personagem” (Lucas Mudo)

O doutorando e membro do grupo de pesquisa Epistemologia do Romance, Lucas Fernando Gonçalves – sob o pseudônimo Lucas Mudo – acaba de lançar seu primeiro romance “Abandono” (2019), pela editora Jaguatirica. A obra tem formato digital e está disponível para venda pela plataforma da Amazon.

Denominado pelo autor como uma autoficção, o livro conta as memórias de João Paulo e o seu processo de ressignificação do abandono afetivo paterno, chegando à reflexão de que o pior abandono é quando “a pessoa se auto desampara.”

Em entrevista ao programa Iluminuras da TV Justiça, o autor revelou detalhes do seu processo criativo. Mudo disse que escrever um romance era um desejo vivo desde a adolescência, mas até então, não sabia o que contar. Foi por meio da sensação de abandono causada pelo fim do relacionamento amoroso que percebeu o tema evidenciado, prestes a virar narrativa.

“Aquele abandono não era da pessoa que havia me relacionado. Ele me remetia a um sofrimento que havia ocultado por certa rebeldia na adolescência e havia esquecido na juventude, que era o abandono do meu pai”, revela.

 

Para ele, a escritura romanesca serviu como uma espécie de autoanálise. “Estava num limbo do desemprego, desamparo, sofrendo pelo amor de alguém que havia rompido. Foi um trabalho de cura, de lapidar dentro da minha condição humana (…) um processo importante de passar essas sombras, digamos, trevas, do meu interior”, explica.

Mudo afirmou ainda que o abandono é relativo e depende do modo como a pessoa encara a situação. “É preciso a consciência de que somos nós os responsáveis pelo cuidado de si, obviamente não é fácil, porque sempre estamos a delegar o outro a responsabilidade de nos cuidar.”

Lançamento

Fique atento ao site, em dezembro haverá o lançamento de “Abandono” em formato impresso, num evento que está sendo organizado pelo grupo Epistemologia do Romance, na Universidade de Brasília (UnB).

O dia será definido nos próximos meses. Mas quem quiser adquirir a versão digital, pode clicar aqui.

Para ver a entrevista completa de Lucas à TV Justiça, basta clicar no vídeo acima. A participação do escritor começa no minuto 14’30”.

 

Leave a Reply