Quem somos

O presente site foi pensado enquanto lugar de apresentação e divulgação de atividades de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas pelo Grupo Epistemologia do Romance, além de um suporte de contatos e diálogos acadêmicos.

O Grupo de Pesquisa Epistemologia do Romance está diretamente vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Literatura e ao Programa de Pós-Graduação em Metafísica da Universidade de Brasília. O nome do grupo está relacionado ao campo teórico em torno do qual os trabalhos de pesquisa se estruturam e se desenvolvem: a Epistemologia do Romance.

Criado oficialmente junto ao CNPq somente no ano de 2011, os estudos orientados pelas proposições teóricas da Epistemologia do Romance começaram a tomar contorno no início dos anos de 2000, precisamente no ano de 2003, quando ao Professor Dr. Wilton Barroso Filho apresentou ao público acadêmico o artigo intitulado “Elementos para uma Epistemologia do Romance”.

Amparado em um tripé composto por três braços da filosofia, a saber a epistemologia, a estética e a hermenêutica, e adotando como premissa de atuação a interdisciplinaridade, inicialmente os trabalhos desenvolvidos pelo Grupo centravam-se em projetos que transitavam basicamente pela Literatura e pela Filosofia. No curso dos anos, entretanto, a complexidade teórica, reivindicada pela ampliação das discussões, exigiu aproximações e diálogos com outras áreas. Assim, conservando sua base de sustentação – epistemologia, estética e hermenêutica -, a Epistemologia do Romance é hoje um espaço teórico cujas reflexões são alimentadas por pesquisadores oriundos dos Programas de Pós-Graduação em Literatura e Metafísica bem como por estudantes da Graduação nas referidas áreas.

Embora venha ampliando os olhares para aspectos estéticos em outras artes, o romance literário constitui-se ainda no principal objeto de estudo e análises propostos pelos pesquisadores do Grupo. No âmbito das discussões teóricas da Epistemologia do Romance, entende-se que a narrativa ficcional constituída a partir de um gesto filosófico conduzido por uma racionalidade sensível permite ao leitor pesquisador inserções no sentido de desvendar, para conhecer, aspectos da existência. Neste sentido, as reflexões da Epistemologia do Romance voltam sua atenção para romances cujo processo de criação se apresenta pautado em meditações de cunho estético/ existencial, a partir das quais será permitido encaminhar a pergunta kantiana: O que posso saber? Um dos motivos pelos quais, de um ponto de vista estético literário, Gustave Flaubert (1821-1880), Hermann Broch (1886-1951), Milan Kundera (1929-), Carlos Fuentes (1928-2012). Gabriel García Márquez (1927-2014), Mario Vargas Llosa (1936-), Machado de Assis (1839-1908), Glauco Mattoso (1951-), Eliane Brum (1966-), estão entre os principais romancistas atualmente presentes nos espaços de discussão do Grupo de Pesquisa Epistemologia do Romance.

 Wilton Barroso Filho

Professor associado da Universidade de Brasília atuando no Departamento de Filosofia e no Programa de Pós Graduação em Literatura. Doutor em Filosofia pela Universidade de Paris VII (1992), Pós-doutorado em Epistemologia pela Maison des Sciences de l’homme/Paris (2000), Pós-doutorado em Teoria Literária UERJ/Rio de Janeiro (2012). Membro da Rede CO3 de pesquisa (UnB, UFMT, UFMS, UFU, UFG). Lider do grupo de pesquisa Epistemologia do Romance.

Itamar Paulino

Possui graduação em Pedagogia pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (1989), graduação em Teologia pelo Instituto Teológico São Paulo (1997) e mestrado em Filosofia pela Universidade de Brasília (2006). Com experiência em atividade social junto ao Unicef, trabalhou no Quênia, na cidade de Garba Tulla, com a função de orientador das comunidades tribais dos Borana em situação de risco social (fome, doenças e guerra tribal), com o fim de promoção social, justiça e paz, e busca de alternativas para o combate à pobreza na região. Foi orientador de professores – Colégio União do Recanto das Emas – DF,  atuou como professor na Faculdade de Ciências Sociais e Tecnologias de Brasília – FacBrasília, administrou disciplina à distância do Centro de Educação à Distância – CEAD- UnB, para a disciplina de Filosofia da História, atuou como professor da Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas – FACITEC, em Brasília. Tem experiências na área de Educação, com ênfase em Ensino-Aprendizagem, atuando nos seguintes temas: violência, educação, valores humanos, inclusão social, políticas públicas e educacionais; e filosofia, com ênfase em filosofia da educação. Também administra um site de divulgação de pesquisas e reflexões, o www.filosofiacandanga.webs.com . Atualmente, é Professor Assistente com dedicação exclusiva da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), e doutorando em Teorias Literárias e outras áreas do conhecimento (Epistemologia do Romance) junto à Universidade de Brasília.

Maria Veralice Barroso

Possui graduação em Letras pela Universidade Católica de Brasília (1994) e mestrado em Literatura pela Universidade de Brasília (2006). É Doutora pelo Departamento de Teoria Literária da Universidade de Brasília (2013). É integrante do Grupo de Estudos de Pesquisa Epistemologia do Romance com registro no CNPQ e vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Literatura da Universidade de Brasília. Desenvolve pesquisa referentes à Literatura romanesca do século X X, com ênfase na obra do escritor contemporâneo Milan Kundera. Realizou estágio Doutoral (em 2011/2012 pelo programa PDEE- Capes) no Centre de Sociologie des Pratiques et des Représentations Politiques (CSPRP) da Université Paris Diderot Paris VII- Paris França.. Atualmente é Pesquisadora Colaboradora no Programa de Pós- Graduação em Metafísica da Universidade de Brasília e definitivo/ concurso público – Secretaria do Estado de Educação do Distrito Federal- SEE-DF. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Ensino de Literatura, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura, leitura, romance história e cultura.  E-mail para contato: mariaveralice27@gmail.com

 Ana Paula Aparecida Caixeta

Doutora em Literatura pela Universidade de Brasília (UnB). É mestre em Literatura e Práticas Sociais, também pela UnB. Graduada em Artes Plásticas (UnB) e Letras Português/Inglês (CESB/ICSH); possui especialização em Língua Portuguesa. É professora adjunta  no Departamento de Artes Visuais da Universidade de Brasília. Junto ao grupo Epistemologia do Romance, defendeu sua dissertação e tese com estudos sobre a estética de Glauco Mattoso. Atualmente, tem interesse em pesquisas sobre estética e educação estética, pensadas sob o viés de uma epistemologia do sensível.

Herisson Cardoso Fernandes

Mestre em metafísica pelo Programa de Pós-graduação em Metafísica da Universidade de Brasília (PPGμ). Desenvolve pesquisas dentro da Epistemologia do Romance com foco em Milan Kundera e a ontologia romanesca. Possui Licenciatura em Português/Inglês pelo Instituto de Ciências Sociais e Humanas – ICSH (2005). Especialista em Literatura Brasileira pela Faculdades da Terra de Brasília. Atualmente é professor efetivo no Centro Integrado de Línguas de Cidade Ocidental-GO.

Denise Moreira Santana

Possui graduação em Letras Português/Espanhol pelo Centro Universitário de Brasília – UniCEUB (1989). Graduação em Pedagogia pelo Centro Universitário de Brasília- UniCEUB ( 1995). Especialização em Língua Portuguesa pelo Centro Universitário de Brasilia- UniCEUB (1993). Máster de Ensino do Espanhol para Brasileiros pela Universidade Internacional Menéndez y Pelayo – UIMP/IC (2008). Especialização em Tradução pela Universidade Gama Filho (2010). Atualmente é professora da Secretaria de Estado da Educação do DF, lotada no Centro de Ensino Médio de Taguatinga – CEMTN. Tem experiência na área de docência principalmente nos seguintes temas: Ensino de língua e literatura brasileira, espanhola e hispanoamericana. Principais áreas de interesse: produção e disseminação do conhecimento em língua e literatura, ensino de língua e literatura. É membro do grupo de pesquisa Epistemologia do Romance – UnB (2016), procedendo pesquisa epistemológica de mestrado sobre o escritor: Carlos Fuentes. (1928-2012).

Nathália Coelho da Silva

Doutoranda pelo Programa de Pós-graduação em Literatura (PósLit/UNB) da Universidade de Brasília, é membro do Grupo de Pesquisa em Epistemologia do Romance desde 2014. Desenvolve dissertação com foco no romance contemporâneo Uma/Duas, da jornalista e escritora Eliane Brum. Trabalha nos entre-espaços da filosofia e literatura, com ênfase na estética, narrativa e ficção. É jornalista, graduada pela Universidade Católica de Brasília (2011). Já foi editora do site Fato Online, trabalhou como produtora e coordenadora na Record Brasília e atualmente está na redação do Canal Rural. Em 2014, teve o seu primeiro livro “Mosaico Mineiro: crônicas sobre a Folia de Reis e Monte Carmelo” lançado pela editora paulistana Garcia Edizioni, em parceria com a amiga jornalista Luara Nunes. Já escreveu para a Revista Meia Um e também atuou como estagiária de edição da Revista Científica Dialogos, desenvolvida pela Pesquisa e Extensão da UCB, durante dois anos. É blogueira e gosta de escrever poemas, reflexões, contos, o que der na telha! Blog pessoal:http://aruaesquerda.blogspot.com.br/.

Janara Laíza de Almeida Soares

A pesquisadora é graduada em Letras – Língua Portuguesa pela Universidade do Estado da Bahia (2012), especialista em Linguística: Leitura e Produção de Texto pela mesma universidade e mestra em Literatura pela Universidade de Brasília (2017). É doutoranda pela Universidade de Brasília, orientada pelo prof. Dr. Wilton Barroso. Faz parte do Grupo Epistemologia do Romance e do Grupo de Pesquisa Literatura Latino-Americana Contemporânea (UnB). Tem experiência na área de Letras, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura regional, literatura latino-americana, ensino da gramática, métodos e técnicas de ensino de Língua Portuguesa e Literatura.

Sara Lelis

Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Literatura na Universidade de Brasília, Mestre em Estudos da Tradução (2017) e Graduada em Letras – Tradução/Espanhol (2014) pela mesma instituição. É membro dos grupos de pesquisa Walter Benjamin: linguagem, tradução e experiência, coordenado pela profª. Drª. Ana Helena Rossi, e Epistemologia do Romance. Foi professora substituta do Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução de 2015 a 2017. Pesquisa na área de tradução em relação com a literatura, história e antropologia e entre o trio linguístico náhuatl-espanhol-português.

Julia Viegas

Uma jornalista carioca que acabou de chegar em Literatura, para realizar mestrado na Universidade de Brasília. Sua pesquisa é sobre as personagens femininas na obra do escritor tcheco Milan Kundera. Julia teve passagem pela redação do extinto jornal Tribuna da Imprensa e realizou trabalhos para outros veículos, mais para revistas de comunicação interna, como a Revista Petrobras, o Notícias Shell e o jornal do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj). Trabalhou na Fundação Nacional de Artes (Funarte-RJ), como produtora cultural, foi assessora de imprensa da área de cultura, trabalhou na Subsecretaria de Comunicação Social do Governo do Estado do Rio de Janeiro, na Coordenadoria de Imprensa da Prefeitura de Petrópolis e atualmente na Secretaria de Comunicação da Câmara dos Deputados.

Lucas Fernando

Graduado em Filosofia pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), mestre em Estudos de Linguagens pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) e doutorando em Literatura na Universidade de Brasília (UnB) . No ano de 2011, como colaborador da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPP) da UCDB, obteve a experiência de auxiliar administrativamente o Comitê de Ética em Pesquisa (CEP), Comitê de Ética para Uso de Animais (CEUA), Comitê Científico e o Programa de Iniciação Científica (PIBIC). Em 2012 exerceu o cargo de secretário do Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Biotecnologia (PPGB) da Universidade Católica Dom Bosco. Realizou atividades de docência no curso de Filosofia e Letras na UFMS como professor temporário (2013) e na UnB como estágio docente (2016-2017). Tem experiência na área de Filosofia e Letras, com ênfase em Epistemologia do Romance, Teoria Literária e Literatura Comparada (procedendo as pesquisas, com base estética, hermenêutica e ética nos autores: Milan Kundera e José Saramago). Os seus estudos tem como referencial conceitual nos seguintes temas: existencialismo, estética da existência, parresía, ceticismo, niilismo, imagologia, ontologia, kitsch, idílio e literatura contemporânea.

Priscila Cavalcante

Mestranda pelo Programa de Pós-graduação em Literatura da Universidade de Brasília (PósLit-UnB). Licenciada em Letras Português, pela mesma instituição (2017). É membro do grupo de pesquisa Epistemologia do Romance, do Departamento de Teoria Literária e Literaturas (TEL-UnB) liderado pelo Professor Dr. Wilton Barroso. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura, atuando principalmente no estudo da obra do escritor colombiano Gabriel García Márquez.

Gabriel Tornich

Graduando em Artes Visuais pela Universidade de Brasilia (UnB), com interesse em questões que circundam a estética no campo das Artes. Pesquisa de Iniciação Cientifica (PIBIC) em andamento junto ao grupo Epistemologia do Romance.

 

Larissa Alves de Almeida

Graduada em Direito no ano de 2014, estudante do curso de Letras – Português Licenciatura, na Universidade de Brasília. Ingressou no grupo de pesquisa Epistemologia do Romance no ano de 2017 através do PIBIC 2017-2018, com o trabalho intitulado “Uma perspectiva estética kantiana na obra Os Sonâmbulos 1 Pasenow ou o romantismo”. Desenvolve pesquisas junto ao grupo desde o desenvolvimento do trabalho, contudo, as ideias e reflexões fazem parte de sua trajetória acadêmica desde 2016, quando conheceu o Prof. Dr. Wilton Barroso Filho através da disciplina Fundamentos da História Literária, e, posteriormente, na disciplina Estética e Literatura. Atualmente, suas pesquisas e reflexões são, precipuamente em torno do autor Hermann Broch.

Luana Araújo Gonzaga

Graduanda em artes Visuais pela Universidade de Brasília, com ênfase na produção prática em pintura e fotografia. Pesquisa de Iniciação Científica (PIBIC) em andamento junto ao grupo Epistemologia do Romance.

 

Emanuelle Souza Alves da Silva

Participa do Grupo de Pesquisa Epistemologia do Romance desde 2015, fez PIBIC (Projeto de iniciação científica) junto ao grupo, orientada pelo professor Wilton Barroso Filho. Tem graduação em Filosofia concluída na Universidade de Brasília em 2017 e atualmente é mestranda no Programa de Pós Graduação em Metafísica da Universidade de Brasília, orientada pelo professor Wilton Barroso Filho e a professora Ana Paula A. Caixeta. Sua área de pesquisa envolve a discussão entre a filosofia e a literatura, tendo como objeto de pesquisa a obra “Os Sonâmbulos” de Hermann Broch.